7 coisas sobre a higiene do malaquias que podes estar a fazer de forma errada!

7 coisas sobre a higiene do malaquias que podes estar a fazer de forma errada!

A forma como os homens utilizam a casa de banho é, de facto, muito prática. Isto porque os homens não se precisam de sentar no trono, ao contrário das mulheres.

Mas isto pode muitas vezes ser um dos motivos para certa falta de higiene. A maioria, por exemplo, não se preocupa em sacudir o malaquias, podendo acarretar diversos problemas como fungos, bactérias, infecções e até mesmo cancro nos casos mais extremos!

Para teres uma ideia da gravidade, de acordo com alguns dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), só em 2013 foram feitas cerca de mil amputações penianas no Brasil. A principal causa? Falta de higiene adequada.

#1 É importante mijar com as mãos limpas

Na verdade, é até mais importante lavar as mãos antes de urinar, quando se manipula o sardão. Portanto, em todo caso, é melhor lavar as mãos antes e após o acto. Isso evita o contacto do pénis com fungos e bactérias.

#2 Não adianta só sacudir

O certo seria utilizar papel higiénico na uretra, para drenar o excesso de urina, resultando em roupas sem resíduos e melhor conforto pessoal. A sensação de higiene é muito maior!

#3 Atenção à limpeza na hora do banho

Durante o banho, muitos homens lavam o seu soldadinho de chumbo de forma errada. O correcto é puxar a pele (prepúcio) para a glande (cabeça do pénis) aparecer. Então, abusa do sabonete e não te esqueça de o enxugar. Evita que a acumulação de água prolifere fungos.

#4 A limpeza depois do sexo é importante

Sabemos que é um momento em que não estás a pensar em mais nada, mas é importante higienizar o órgão sexual após a relação, retirando o excesso de sémen e lubrificante, natural ou artificial.

#5 Apara os pelos com cuidado

Os pelos são responsáveis por proteger a região, mas é preciso apará-los um pouco, para evitar o mau-cheiro. A depilação completa causa micro-lesões na superfície da pele que gera inflamações e infecções locais…

#6 Faz um esforço com as roupas

Não metas os boxers no cesto da roupa suja. Os resíduos e secreções podem proliferar e contaminar, inclusive, outras roupas. Lava, preferencialmente, as tuas roupas íntimas logo após o uso – até pode ser na banheira!

#7 Mais atenção a escolher os boxers

Não existe uma posição correta para guardar o sardómetro, mas fica atento ao tipo de tecido dos boxers – o algodão diminui a incidência de infecção por fungos. Cuecas muito apertadas prejudicam a qualidade do esperma, devido ao aumento da temperatura testicular!